Escolha uma opção:

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Dedicação ao trabalho!!

Clique na imagem para ver de onde ela veio!


Nessa semana, a primeira de 2012, continuando com as postagens mais alegres, apesar do coração já estar apertado de saudades de amigos que se vão, trago um quadrinho muito interessante, recebido do amigo Nei, que demonstra que a dedicação é tudo quando queremos alcançar um objetivo, doa a quem doer! :)



O exemplo retratado no quadrinho já aconteceu comigo!
Quando moleque nas minhas intermináveis voltas de bicicleta, tinha o costume de chutar as latinhas que os outros garotos colocavam para jogar taco. Um dia pedalei com tudo ao ver uma de óleo Lisa lá "olhando" pra mim e não tive dúvidas, vou lhe dar um bicuda que o vai mandar para Júpiter!



Para minha infelicidade tinham armado pra mim, o que foi bem feito! A lata estava cheinha de areia e o meu dedão do pé dói até hoje só de lembrar da tentativa do chute, que quase rasgou meu Kichute velho, e eu não sei como não caí da magrela.
Como eu lembro da marca do óleo?
Quem bate esquece, quem apanha não... :)

Abraços renovados para todos!

9 comentários:

  1. Hahahahahahahhahahahahahahhahahahahahahahhahaha que legal!
    E jogar bola descalço na rua e arrancar o tampão do dedâo do pé? Hahahahahahahhahahahahaha como doía isso né Joe? Esses meninos de hoje em dia nem sabem como é bom viver simples!

    ResponderExcluir
  2. rsssssssssssssss....adorei e que danados os amigos,heim??? Caíste nessa!!! abração,chica

    ResponderExcluir
  3. Já vi muita coisa desse gênero. Nunca fiz e nem nunca aconteceu comigo, mas os pilantras tinham a mania e encher bolas furadas com água e mandar alguém chutar. Outras vezes cobrir pedras com jornal, sempre tem um que chuta.Que os pilantrinhas de hoje não vejam os nossos comentários! Meu abraço.

    ResponderExcluir
  4. Está vendo só, eu, como era e sou péssimo no futebol, fui, sem querer, agraciado com os dedões no lugar certo e sem dor. Mas que velhinho pilantra, gente! E vale uma lágrima de dor e muitas risadas porque acontece com outros... não é assim mesmo? E o final, quem bate não e quem recebe sim, foi perfeito. Abraços, poeta!

    ResponderExcluir
  5. Ah,ah,ah. Você ainda foi nessa! Aqui na Bahia, a garotada é mestre para aplicar essas travessuras nos "amiguinhos".
    Abração.

    ResponderExcluir
  6. Até arrepiou só de pesnar no pontapé dado e do dedo inchado!
    Aiiiiiiiiiiii!

    Beijinhos e bom ano!

    ResponderExcluir
  7. Se nos dedicarmos de coração, a vida tem outro sentido, sem dúvida meu amigo!

    Que este novo ano que agora começou, desejo-lhe paz, amizade, carinho, muitas alegrias e acima de tudo muita saúde para si e todos os seus.

    Um Abraçinho!
    Mz

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Nunca é bom bater nem apanhar... se esquecendo ou não... mas é inevitável muitas vezes...
    Abraços fraternos de paz

    ResponderExcluir
  9. Kkkkkkkk Só rindo mesmo meu amigo!!!
    agora fica a lembrança mas que foi dolorido foi ne?
    Estou te seguindo, obrigada pela visita e pelas palavras.
    Seu blog é 10!
    Virei sempre aqui.
    Beijos de luz e apareça

    ResponderExcluir

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!