Escolha uma opção:

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Já deixou saudades

 Última foto com minha amiga querida
Maria Inês Simões Barbosa
em setembro de 2015 
que nos deixou na tarde de ontem...



Algumas vezes a gente mente, mente para nós mesmos, dizendo que tudo bem, é assim que tem ser, chegou a hora e nada mais resta do que um adeus...
Sei, tenho plena consciência disso, que O Bom Deus do Céu Sabe muito bem Orquestrar as nossas vidas e a Sua Vontade sempre prevalecerá, mas me é impossível dizer agora que não estou triste, que a partida de uma amiga de longa data não aperte o meu coração e que as lágrimas guardadas desde o momento em tive a certeza de que ela não se encontrava mais entre nós brotassem naturalmente de meus olhos.

Bem no mês cujo Tema Cultural da AEPTI é Saudades, eis que esse dia 24 de novembro ficará marcado para sempre como o dia da Saudade e desta forma, escrevo esse texto simples em forma de homenagem.
Sempre vi o nome Maria como um dos mais simples ao mesmo tempo um dos mais lindos de todos os tempos, haja visto ser o nome da Mãe de Jesus, e a amiga Maria Inês deu outras qualidades ao nome, pois ela sempre foi forte, perseverante, corajosa, honesta, parceira e sempre me recebeu com um sorriso, em qualquer das fases de nossa convivência.
Neste ano foram inúmeros os compromissos que a AEPTI assumiu e até os últimos dias, antes de sua operação, ela se manteve preocupada com todos os detalhes, colocando a sua responsabilidade acima até de suas preocupações pessoais. Creio, sinceramente, que a amiga Maria Inês fez de tudo que pode para nos auxiliar e essa sua atitude exemplar será sempre recordada por mim, para que eu saiba que quando se propõe a fazer algo, mesmo que sejamos voluntários, como é o caso, que o façamos direito, com amor e dedicação acima de tudo.
Daqui a pouco seu corpo terreno descansará, mas tenho certeza que sua alma bondosa já se encontra num lugar melhor, muito provavelmente olhando por nós todos, que ficamos numa grande torcida junto ao Pai para que a sua partida desse nosso mundo fosse adiada por muito, muito tempo...
Sua partida já deixou saudades, mas é como eu sempre digo, só sentimos saudades daquilo que nos fez bem, então guardarei em minha memória seus inesgotáveis sorrisos e conselhos, sua amorosa dedicação de mãe, sua amizade sincera e duradoura, guardarei tudo bem no fundo do meu coração.
Algumas vezes, eu sei, a gente mente, mente muito, dizendo que não vai sofrer, mas sofre, sofre por que, do nosso jeito, amamos e, sim, amamos muito...

3 comentários:

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!