Escolha uma opção:

sábado, 13 de outubro de 2012

O que lhe move?

Clique na imagem para ver de onde ela veio!





Quando o ser se deixa levar pelo amor ele consegue enxergar tudo na vida com maior otimismo, lhe é fácil perdoar mais facilmente, se doar sem pensar e o braço já segue estendido a sua frente, tateando por alguém a quem ajudar.
Consegue ver a beleza que muitos outros não vêem nas cenas mais simples, nos pequenos gestos, num leve sorriso e nos atos de bondade. Experimenta quase a todo momento o gosto da sensibilidade que lhe molha os olhos, que lhe faz acreditar que por mais que a desilusão com as tristezas do mundo seja dantesca, esses pequenos momentos de felicidade marcarão mais profundamente o seu ser.
Não sente o menor receio em divulgar para todos o quanto aquilo que considera bom lhe faz bem, não tem vergonha de se emocionar em público, chegando até a soluçar, de deixar transparente em seu rosto que valeu a pena estar presente, e de que certamente reviverá tudo em sua mente muitas vezes antes de terminar o dia, e provavelmente daquele sentimento brotará uma poesia, uma crônica, um conto recheado de esperança, uma lembrança para toda uma vida.
Consegue expressar seus sentimentos de uma maneira natural, sem encenação, e assim deixa transparecer sem sombra de dúvidas os seus ideais. Não compactua com os atos ilícitos e imorais que por si só transformarão sonhos em pesadelos, se agarrará constantemente a correntes que preguem o respeito pelo próximo e fará a sua parte todos os dias para que o mundo seja mais igualitário.
Defende seus princípios tal o gladiador que resguardava sua própria vida, aprende a perder uma luta, mas nunca se deixa levar ao nocaute, caindo e levantando, continuando a erguer a cabeça e acreditar.
Assim é o ser que se deixa levar pelo amor, não é diferente de mim, nem de ninguém, fica oculto numa multidão, mas basta que a necessidade se faça presente e a luz brota de seus atos, o que por muitas vezes contamina os que estiverem em sua volta. Sei disso, já vi muitas vezes isso acontecer e me deixei contaminar, e descobri que felizmente não existe antídoto para me curar, acabei me tornando mais um ser movido pelo amor. Agora posso olhar daqui de cima para você e dizer que me transformei em um ser igual a você, isso mesmo, basta olhar dentro dos seus olhos e perguntar o que é que lhe move?
Com toda a certeza a sua resposta será formada por duas palavras: simplesmente amor!
Não tem certeza disso? Ora, então deixe se contaminar...
Não sabe como? Busque um sorriso, de uma criança, um idoso, de um amigo ou um companheiro de trabalho, de um desconhecido que lhe diz “bom dia” na rua, não importa de quem, busque! Tenho praticamente certeza que irá encontrar, mas mesmo que você acredite que eu estou errado, pois no mundo que lhe rodeia aparentemente toda a forma de amor parece inexistir, ainda lhe sobram duas opções:
Aprender a olhar ou buscar uma luz dentro de si próprio, que pode estar um pouco ofuscada pelo tempo, mas ainda tem a energia para iluminar um sorriso tímido defronte ao espelho. Esse é o primeiro passo para se redescobrir.

3 comentários:

  1. Ótimo texto! Está escrito: "Façamos o homem à Nossa imagem e semelhança". Se Deus é amor, o que se assemelha a Ele, também é amor. E tudo o que vem do amor é perfeito. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom texto a vida é vivida a cada segundo, abraço Lisette.

    ResponderExcluir

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!