Escolha uma opção:

domingo, 15 de maio de 2011

História de pescador



É, eu estava lá vendo se pegava uns lambaris para o almoço, no rio que corta minha cidade e que passa perto do mercado municipal.

As minhocas já estavam acabando e até aquele momento nada.

De repente senti uma puxada um pouco mais forte e pensei: -- É dos grandes! Merece uma foto...

Vocês me desculpem, pois não deu tempo de ajeitar direito a máquina num murinho ali atrás, mas dá para vocês perceberem que o danado era grande e quase não cabia na foto. É por isso que registro tudo, para depois não virem me chamar de mentiroso...

Só para concluir a história do 'peixão' acima, depois que tirei ele a prefeitura teve que vir encher o rio, que ficou só pura lama e pedras. Acabei até levando uma multa por Danos ao Patrimônio Público, pode! Por sorte vendi uns filés do peixe e no fim fiquei no lucro...

Mas não pensem que essa foi a história mais incrível que aconteceu comigo. Uma vez me contaram que tinha um outro riozinho onde, de tanto peixe que existia, você não precisava nem pescar, pois eles se atiravam dentro do barco...
É lógico que achei que era lorota, afinal existe cada pescador mentiroso por aí não é mesmo, pergunte para o meu amigo ACAS. 

No fim acabei sendo convidado para filmar uma dessas pescarias diferentes, onde os peixes não são pescados, pois praticamente voam para dentro da frigideira:




Agora eu sei de onde tiraram a inspiração para aquela tela dos peixes, no antigo Super Mario World da Nintendo...

Abraços renovados!

7 comentários:

  1. rssssssssssss...que história essa!!! Muito legal!

    ótimo domingo e boas pescarias,srrs chica

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahahaha isso mesmo, pescador não mente nunca!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Joel! Pescaria é isso aí. Não sei se você conhece a técnica, mas tenho um amigo que pesca à cacetada. Ele joga fumo de rolo picado dentro d'água, quando o peixe sobe para cuspir, ele dá uma cacetada e mata. Abraços.
    Obs.: Não é mentira dele, não, eu já vi.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Joe! Eu já participei de uma lá no sítio do meu tio Toinzinho e o peixe foi tão grande que o rio entortou mas ele não saiu. Uma pena a máquina ter acabado a bateria bem na hora que a gente arranjou um trator com corrente e tudo para ajudar a puxar. Abraços e ótima semana. paz e bem.

    ResponderExcluir
  5. Isso é que é história boa de pescador!Tem até foto prá comprovar!...rsss...adorei e gostaria de saber se vc é mineiro tb...bjs,

    ResponderExcluir
  6. O ACAS, que sou eu,
    não tem nada a ver com essa istória/mentira do
    JG de Itatiba.

    ResponderExcluir

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!