Escolha uma opção:

segunda-feira, 26 de março de 2012

Crônica do Amor Virtual e Outros Encontros - J. Estanislau Filho



Estou recomendando nessa postagem mais um livro do amigo J. Estanislau Filho, do qual conheço todas as obras, sempre envolventes ao extremo.

Abaixo segue o prefácio desse lançamento, escrito pelo poeta, escritor e jornalista Carlos Lúcio Contijo.


O escritor e poeta J Estanislau Filho se nos apresenta dessa feita com Crônica do Amor Virtual e Outros Encontros, obra com a qual premia o leitor com uma narrativa embebida em singela prosa poética, fazendo jus à poesia que o autor tão bem soube (e sabe) derramar ao longo de sua trajetória literária. Vem-nos o criativo J Estanislau com um belo estender de horizonte gráfico, no qual podemos perceber sua alma de janelas abertas em busca de coisas simples e pequenos detalhes, que muitas vezes são despercebidos por nós, apesar de representarem o sol e o alicerce de nossas vidas. A maneira poética, mas realista, com que Estanislau nos expõe os assuntos e temas por ele tratados, tem o poder de “enjanelar” a mente do leitor, fazendo-o receptivo a toda imensa carga de sentimento, que lhe é magistralmente colocada à disposição, através de metáforas bem construídas e bem distribuídas no transcorrer de todos os enredos. Afirma-nos J Estanislau Filho que “os planos são úteis para a vida cotidiana. A arte não carece disso, ao contrário, ela se manifesta por meio do dom”. Dessa forma, expressando-se com naturalidade tanto na alegria quanto na dor, o autor nos passa a lição de que estar vivo é ter disposição para aprender coisas novas e seguir sempre em frente, como o rio que costuma revigorar-se na queda que lhe quebra o leito. Não é fácil misturar poesia, ficção e realidade, mas J Estanislau o consegue, atrelando fenômenos aparentemente antagônicos em uma só peça, tornando-se artista da palavra competentemente capaz de fazer o leitor “derreter-se feito manteiga”, sob o fogo ardente de sua prosa poética. Acertadamente, leva-nos à conclusão de que “o mundo virtual não difere muito do real. É necessário afinidade. Afinidade não significa, necessariamente, convergência de ideias, mas respeito às diferenças”.   J Estanislau Filho, visionariamente, descortina aos nossos olhos a filosofia que nos dá conta de uma sociedade menos desigual, pois todos merecem um dia de leveza, banho de cachoeira e um amor verdadeiramente ensolarado do lado. Para tanto, joga com sabedoria, no colo do leitor inebriado, a responsabilidade pela construção de seu próprio destino, enfatizando que é preciso correr pelo menos o risco de um encontro. Ou seja, viver nos cobra coragem a cada passo, a cada dobrar de esquina. Em As Rosas Falam, J Estanislau Filho, chega à sublime clarividência, contrariando canção do famoso mestre Cartola, grande compositor da música popular brasileira, de que as rosas sempre falam quando diante da luz benfazeja do amor verdadeiro. Por fim, convidamos você, leitor ou leitora, a ir ao encontro do abrir de janelas que lhe é oferecido pelas páginas deste novo livro de autoria de J Estanislau Filho, onde entre os cenários literários poeticamente desenhados você poderá terminar, por desígnio do acaso, encontrando-se consigo mesmo.

Carlos Lúcio Gontijo



Para encomendar essa obra, faça contato direto com o autor, através do e-mail jestanislaufilho@gmail.com.
Para conhecer o trabalho desse talentoso escritor, visite-o em seu site, clicando AQUI!

Abraços renovados.

7 comentários:

  1. Boa indicação! Já está listado para futura leitura.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  2. jOE,deve ser mesmo um excelente livro!Boa dica!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  3. Grande amigo Joel, sempre divulgando os bons trabalhos.
    Visitei o site do seu amigo, lembra o "Recanto das Letras".

    Abraços, saúde e muita paz!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Joe eu conheço o talento de Estanislau, no recanto das letras lia sempre seus poemas e textos, realmente pelo que conheço dele, o livro deve ser excelente, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  6. pena, nao conheço, e acho que nao conhecer, aqui nao se encontram facilmente livros estrangeiros...
    um gde abraço

    ResponderExcluir

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!