Escolha uma opção:

terça-feira, 3 de abril de 2012

I CAN - A História de Dick e Rick Hoyt

Clique na imagem para ver de onde ela veio!


Já me tentaram me enganar várias vezes, dizendo que esse tal de amor não existe; que ele é somente fruto da imaginação de alguns; um tipo de alucinação que em alguns momentos contamina multidões; que temos mais é que cultuar a nós mesmos; que somente nós é que somos importantes; que ninguém deveria perder algum momento de suas vidas se importando com pessoas tão insignificantes; que nascemos para sofrer e fim de papo!

Sempre me recusei a acreditar em qualquer uma dessas informações...

... E continuo me recusando...






O Team Hoyt' (Equipe Hoyt) é composto pelo pai (Dick Hoyt) e o filho (Rick Hoyt, nascido em 1962) em Massachusetts (EUA), juntos completaram maratonas, triatlos e outros eventos esportivos. Rick é deficiente desde o nascimento, pois ao nascer, seu cordão umbilical ficou preso ao pescoço, e ele perdeu oxigenio no cerebro.
Graças aos seus pais, que ignoraram os avisos dos médicos que diziam que ele viraria um vegetal, aos 12 anos Rick começou a usar um computador especial para se comunicar, usando movimentos de sua cabeça. Suas primeiras palavras foram: "Go Bruins!", então sua familia descobriu que ele era um fã de esportes. Eles o ajudaram a correr sua primeira corrida em 1977, uma corrida beneficente de cinco milhas.
Dick é tenente-coronel aposentado da Air National Guard. Rick é graduado na universidade de Boston e agora trabalha na faculdade Boston. Eles continuam competindo em corridas, e também são motivadores.
Até Junho de 2005, o Team Hoyt já participou de um total de 911 eventos, incluindo 206 triatlos (seis deles competições Ironman Triathlon), vinte duatlos, e 64 maratonas, incluindo 24 maratonas de Boston consecutivas. Eles também pedalaram e correram a corrida dos EUA, em 1992 (uma jornada de 3735 milhas, completa em 45 dias).
Quando perguntam a Rick uma coisa que ele deseja, que ele gostaria de dar a seu pai, ele responde: "A coisa que eu mais gostaria de fazer por meu pai, seria senta-lo em uma cadeira e eu poder empurrar ele com minhas forças"

Fonte: WIKI

================================

Grato à amiga Selma pelo vídeo.

Abraços renovados para todos!

8 comentários:

  1. Emocionante, e um belo exemplo para nós.

    Abraço, saúde e paz.

    ResponderExcluir
  2. E nós ainda reclamamos da vida...

    ResponderExcluir
  3. Na doação encontramos a sublime existência do amor! Lindo depoimento de vida!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  4. O verdadeiro amor faz milagres, mas cada um tem seu tempo...deaprender a amar.
    Abraço Lisette.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Joel
    Tenho que confessar que era o que mais queria eu também... depois da ausência dolorida de 3 anos... sem ele... meu grande amor...
    Meu papai amado... inconfundível e incomparável...
    Abraços fraternos de paz e com lágrimas nos olhos...

    ResponderExcluir
  6. OLÁ, Joel

    Páscoa é:
    Estive ausente pela Quaresma...

    "Coragem é a resistência ao medo,
    domínio do medo,
    e não a ausência do medo."
    (Mark Twain )

    SAIR DO PRÓPRIO TÚMULO

    Jesus libertou-me... enviou-me anjos para me soltar das amarras que me prendiam...

    Apóstolo Pedro: “precisamos dar razões que justifiquem a nossa Esperança” (1Ps 3,15).

    FELIZ PÁSCOA PARA TODOS NÓS!!!

    ResponderExcluir
  7. Estou muito emocionado,Joel !

    Então, aquele desejo do Rick :

    > A coisa que eu mais gostaria de fazer por meu pai, seria senta-lo em uma cadeira e eu poder empurrar ele com minhas forças <

    bateu com uma força dntro do meu coração e da minha mente !

    Exemplos de vida que poucos assumem...


    Um abraço grato por esta emocionante postagem.

    ResponderExcluir
  8. Meu amigo, perante esta grandeza de sentimentos e palavras sinto-me muito pequenina.
    Há pessoas que são exemplos de vida e nos reacendem a esperança na humanidade.

    beijinhos

    ResponderExcluir

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!