Escolha uma opção:

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

VISÕES DE UM SER ESPECIAL

Clique na imagem e leia a matéria relacionada a imagem!


Sei que me chamam de menino especial
Por não ser igual aos outros que conheço
Com eles pareço e aqui do meu pedestal
Não lhes desejo mal por pagar o meu preço

Quisera poder escapar dessa minha prisão
Sem tocar o chão, numa cadeira estou preso
Minhas pernas são o peso que levo sem direção
Querendo escapar da visão desse frio azulejo

Existe alguém que cuida sempre de mim
Não sei se é Serafim, Arcanjo ou outro ser
Ele me fez entender que minha vida é ruim
Mas que algo assim não se pode escolher

Através dele descobri porque sou desse jeito
Foi o meu pai o sujeito que selou meu destino
Se hoje sou um menino de um horizonte estreito
Agradeçam-lhe o feito e perdoem seu desatino

Quando ainda eu era apenas um simples feto
Por um mero desafeto veio dele a agressão
Existe uma explicação para o seu ato incorreto
Pois a cachaça por certo lhe moveu a mão

Quem sou eu pra julgar o que é certo e errado
Só mais um coitado que nem sabe ao menos falar
Vivo silenciosamente a orar, pago o meu pecado
Por estar nesse estado e tantas tristezas gerar

O que me anima é saber que talvez um dia
Dessa minha agonia posso vir a me libertar
E vou poder então voar e até quem sabe eu ria
Ao ouvir a doce melodia dos anjos a tocar


================================================

Este poema escrito por mim foi baseado numa história real, um personagem real, uma vida real, uma esperança indecifrável num olhar que não sei dizer se é perdido ou angustiado ou vazio. Quem poderia dizer não o pode hoje, quem sabe amanhã, quem sabe nunca, quem sabe?

8 comentários:

  1. Uma história muito triste! Triste, também, a formação dada ao menino. Vejamos: todos procuram a felicidade, alguns até numa garrafa de cachaça. Depende de situações, mente doentia, não sabemos ao certo. Num momento infeliz, o pai cria uma situação difícil para o futuro administrar. Como o menino saberia, se alguém cheio de ódio não o tivesse informado? Uma criança numa situação dessas, deve ser criada com a mente voltada para a resignação, preparada para enfrentar as dificuldades, sem discutir o porquê das coisas, sem procurar culpar ninguém. Que Deus seja o Juiz!

    ResponderExcluir
  2. Só posso t aplaudir pela sensibilidade ao escrever esse poema tão profundo, triste mas lindo!abraços,chica

    ResponderExcluir
  3. Joe,lindo e muito triste seu poema!Uma história que acontece e que só mesmo um Anjo para dar alento a esse menino!Gostei muito de sua poesia!Bjs,

    ResponderExcluir
  4. Caro poeta, este de fato é um texto nota mil... Quem dera certos seres, pudessem parar para pensar antes de desferir um golpe contra outro ser. Ponderar sobre, os danos colaterais que poderia causar... mas infelizmente a “marvada pinga” sempre fala mais alto, isso não só no âmbito domestico, mas no transito também, ela tem feito das suas peripécias de mal gosto ... meus parabéns pela bela inspiração. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Uma alma, um fio, um verbo que so vc poderia usar! Adorei de verdade... e mostrarei a 2 alunos deficientes que tenho!
    beijos na alma

    NISA Benthon

    ResponderExcluir
  6. Amigo triste muito triste, mas escrito de uma forma muito bela, nossa me emocionou, existem monstros que se dizem gente, mas quero acreditar que tudo nesta vida tem um propósito maios e que sim ele ira voar, rir, correr, brincar, sei que irá, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  7. Eu posso verdadeiramente dizer que eu nunca li tanta informação útil sobre Blogger: JGCosta - para rir ou chorar! - Postar um comentario. Quero expressar minha gratidão ao webmaster do coolturalblog.wordpress.com.

    ResponderExcluir
  8. sensibilidade foi tudo que você derramou através da enorme emoção que seu Poema transmite. Aplausos Poeta.

    ResponderExcluir

Agradecido por comentar!
Abraços renovados do amigo JoeFather!